Auto-hemoterapia Informações e debates

            Quem somos

                 auto-hemoterapia o que é? |  informações & debate |  depoimentos |  publicações |  vídeos |  política de privacidade |  pesquisa virtual

ver participações do dia Visitantes: 3.319.080 (início em 30/10/2010)

"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas








Assine a petição
para a Liberação da
Auto-hemoterapia








"Conversa com o
Dr. Luiz Moura:
O que é
auto-hemoterapia?
"


Vídeo na íntegra.

Conversa com o Dr. Luiz Moura

Agora também
subdividido em
60 temas

Busca Saúde
Loading

 AUTO-HEMOTERAPIA CURA DOENÇA DE CHAGAS Senhora

Auto-Hemoterapia - Informações e Debate - Participação
6099
Quinta-feira, 6 de junho de 2019 - 15:39:50
189.115.202.107

AUTO-HEMOTERAPIA CURA DOENÇA DE CHAGAS  

 

Senhora Cláudia Corim:  

 

A propósito de sua pergunta no Inforum, localizei este depoimento para a senhora.  

Orientações Médicas:  

 

Sábado, 11 de outubro de 2008 - 22:50:19  

 

estou fazendo há um mes, já melhorei da coluna, conheço muitas pessoas que estão fazendo gente com renite alérgica ja nao toma mais remédio, gente com cancer na garganta, está melhorando gente com doença de chagas em estado avançado já esta bem melhor e muito mais que não vou escrever tudo...  

jorge 43 anos - florianópolis sc  

 

O dr. Luiz Moura explica que a auto-hemoterapia age contra:” ... As doenças infecciosas, alérgicas, auto-imunes, os corpos estranhos como os cistos ovarianos, miomas, as obstruções de vasos sangüíneos são combatidas pelos macrófagos, que, quadruplicados, conseguem assim vencer estes estados patológicos ou, pelo menos, abrandá-los. ...”. O artigo completo a senhora pode ler em http://www.rnsites.com.br/aht_luiz_moura.pdf 

 

No seu artigo “Imunoterapia: O impacto médico do século”, o dr. Ricardo Veronesi afirma: “...Quando o organismo humano ou animal é agredido por agentes infecciosos ou parasitários, é acionado o sistema imunitário, em seus vários compartimentos, a fim de destruir ou neutralizar o agressor. Tanto a imunidade mediada por células, como a mediada por anticorpos, complementadas ao final pelos macrófagos, são movimentadas para impedir a ação patogênica do agente invasor. ...”. A senhora pode ler o texto do dr. Veronesi em http://www.rnsites.com.br/artigo_ricardo_veronese.pdf 

 

Pode-se concluir que a auto-hemoterapia vai matar o agente causador da Doença de Chagas, livrando a pessoa da doença. É praticamente inevitável que se este agressor não for morto se desenvolverá, com suas terríveis seqüelas.  

 

Existem outros depoimentos de cura de Doenças de Chagas com auto-hemoterapia na internet. Como este: "  

Data: 30/06/2008 21:06:10  

De: AHT  

IP: 201.79.68.140  

 

Assunto: Auto-hemoterapia e miocardiopatia dilatada (coração grande)  

Data: 19/12/2007  

De: raquel fernandes ribeiro  

IP: 200.175.196.77  

Assunto: Auto hemoterapia  

 

sou advogada, moro em Curitiba e sou portadora da doença de chagas com indicação de transplante de coração ou de células tronco. Por ser muito difícil conseguir e ouvindo uma amiga enfermeira que sabia que o meu médico havia me sentenciado ate 12/2007 ela me cedeu o DVD do Dr Luiz Moura e ai comecei a dez meses fazer a auto hemoterapia.  

Apos o sexto mes refiz todos os exames médicos ( ecografia e holter e descobrimos que meu coração havia recuperado cerc de 30%. Em março vou refazer os exames médicos.  

 

Caso a pessoa à qual a senhora se refere faça uso da auto-hemoterapia e se cure, seu depoimento nos fóruns de discussão será extremamente importante. Principalmente se mostrar os exames de antes e depois do tratamento, indicando as doses usadas. Como a doença é severa, feita a opção de uso, o intervalo entre as aplicações terá de ser de cinco em cinco dias, para manter o protozoário sob bombardeio direto dos macrófagos até sua morte.  

 

Sobre a Doença de Chagas  

 

"A doença de Chagas, mal de Chagas ou chaguismo, também chamada tripanossomíase americana, é uma infecção causada pelo protozoário cinetoplástida flagelado Trypanosoma cruzi[1], e transmitida por insetos, conhecidos no Brasil como barbeiros, ou ainda, chupança, fincão, bicudo, chupão, procotó, (da família dos Reduvídeos (Reduviidae), pertencentes aos gêneros Triatoma, Rhodnius e Panstrongylus. Trypanosoma cruzi é um membro do mesmo gênero do agente infeccioso africano da doença do sono e da mesma ordem que o agente infeccioso da leishmaniose, mas as suas manifestações clínicas, distribuição geográfica, ciclo de vida e de insetos vetores são bastante diferentes.  

 

Os sintomas da doença de Chagas podem variar durante o curso da infecção. Nos primeiros anos, na fase aguda, os sintomas são geralmente lentos, pouco mais do que inchaço nos locais de infecção. À medida que a doença progride, durante até cinquenta anos, os sintomas tornam-se crônicos e graves, tais como insuficiência cardíaca e desordens do sistema digestivo. Se não tratada, a doença crônica é muitas vezes fatal. Os tratamentos medicamentosos atuais para esta doença são pouco satisfatórios. Os medicamentos tem efeitos colaterais significativos e são, muitas vezes, ineficazes, em especial na fase crônica da doença. Pacientes em estado grave são muitas vezes encaminhados ao transplante cardíaco, porém não há cura para a doença.  

...  

...  

Epidemiologia  

 

Mapa da incidência da doença de Chagas  

 

Segundo a OMS, 90 milhões de pessoas estão expostas ao risco de contaminação. [18] A Bolívia é o país que mais sofre com a doença.A doença de Chagas afeta 8 a 10 milhões de pessoas que vivem nos países latino-americanos endêmicos, e uma quantidade adicional de 300 a 400 mil indivíduos em países não endêmicos, como a Espanha e os Estados Unidos. Estima-se que 41.200 casos novos ocorram anualmente nos países endêmicos e que 14.400 crianças nasçam por ano com a doença de Chagas congênita. Cerca de 20.000 mortes são atribuídas à doença de Chagas a cada ano.  

 

A doença de Chagas crônica é um problema epidemiológico apenas em alguns países da América Latina, mas a migração crescente de populações aumentou o risco de transmissão por transfusão de sangue até mesmo nos EUA, e têm surgido casos da doença em animais silvestres até à Carolina do Norte.  

Distribuída pelas Américas desde os EUA até a Argentina, atinge principalmente as populações rurais pobres. As casas pobres, com reboco defeituoso e sem forro, são habitat para o inseto barbeiro, que dorme de dia nas rachaduras das paredes e sai à noite para sugar o sangue da pessoas que dormem, geralmente no rosto ou onde a pele é mais fina. Os casos nos EUA de origem endémica (e não em imigrantes) são raríssimos, devido ao maior afastamento das casas dos animais e do menor número de locais dentro das casas onde os insectos possam se reproduzir.  

 

A doença afeta muitos outros vertebrados além do Homem: cães, gatos, roedores, tatus, e gambás podem ser infectados e servir de reservatório do parasita.  

...". Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Doen%C3%A7a_de_Chagas 

26/10/2011 09:46  

 

De: claudia Corim (claudia@hotmail.com)  

 

Assunto: Re: Auto-hemoterapia cura Doença de Chagas  

Gostaria de saber se a pessoa tem o protozoário da doença de chagas no sangue, porém não tem a doença desenvolvida, com a prática da auto-hemoterapia corre o risco de vir a desenvolver a doeça? ou não tem nada a ver.  

 

Publicado em 31 de outubro de 2011. Reproduzido a pedido.  

Ubervalter Coimbra
68 anos
- Vitória - ES

[ocultar participação]  [voltar]

Comentários


Quero comentar Total de 1 comentários  -  1 nesta página
[primeira < anterior   Página de 1     próxima >  [última]

Quinta-feira, 22 de agosto de 2019 - 07:34:36
 

Nenhum comentário ainda.

 

Webmaster



envie este texto a seus amigos

Busca Saúde
Pesquisa personalizada








Atenção: NÃO USE informações aqui divulgadas para substituir uma consulta médica. Seja prudente, consulte um médico, quando entender necessário, para o correto diagnóstico e eventual tratamento".

[ir para a lista que contém esta participação]
 
  AHT HEMOTERAPIA: Informações & Debate, Depoimentos, Publicações e Vídeos (2007 - 2019)
Fique livre para divulguar informações aqui disponibilizadas.
Agradecemos a citação da fonte.
webmaster@hemoterapia.org